Posts Tagged ‘música’

h1

Entrevista com o rEsTaRt

20 de fevereiro de 2010

Música! Cores! Paixão!: especialidades da banda que virou mania nacional. Os garotos Pe Lu, Pe Lanza, Koba e Thominhas se conheceram no colégio e começaram a tocar sem imaginar o que a banda se tornaria.

É o single Recomeçar o carro chefe desse sucesso. Uma mistura de elementos eletrônicos, riffs de guitarras dançantes e uma melodia convidativa. Fazem um Happy Rock! Letras muitos simples e bastante representativas para a banda. É hora de tirar aquela roupa colorida do armário a acompanhar esses meninos.

Confira a entrevista realizada com Pe Lu, 18, voz e guitarra.

EGarotas pergunta:

Como tudo começou?

Pe Lu: Nos conhecemos da época do colégio e desde pequenos mexemos com música, bandas para festivais, rodinhas de violão. Há mais ou menos um ano estávamos em uma fase de decidir nossas carreiras, olhamos um para os outros e pensamos: “Pow, não é de música que a gente gosta?! Então vamos tentar de verdade dessa vez”. Dai nasceu a Restart!

EG pergunta: Quais as inspirações da banda?

P.L.: Visualmente nos espelhamos bastante em bandas gringas como All Time Low, The Maine, Cobra Starship. Nosso som acaba sendo mais complexo com as influências, eu e o Koba, por exemplo, estudamos em conservatórios, então ouvimos uma época das nossas vidas jazz, samba, mpb, bossa nova. O Pe Lanza e o Thominhas gostam pra caramba de reggae, música eletrônica. Mistura tudo isso com bandas como as já citadas, All Time Low, The Maine, um pouquinho de Guns n Roses, Aerosmith etc. Disso tudo nasce a Restart!

EG pergunta: Como definem o estilo musical?

P.L.: A gente criou um estilo próprio que denominamos HAPPY ROCK! É rock and roll só que mais pra cima, mais alegre!

EG pergunta: Há uma curiosidade dos bastidores?

P.L.: A gente tem um grito da sorte antes de entrar no palco que copiamos de uma fala do Bob Esponja, haha. O Koba gosta de comer MM’s antes de subir no palco; o Pe Lanza e o Thominhas, de Gatorade. A gente não bebe, nem nos shows, nem fora deles. E estamos sonhando com um vídeo game novo para a nossa van, somos viciados, haha.

EG pergunta: Qual o melhor show já realizado até então?

P.L.: Todo show tem algo que marca. Mas o show da Eazy em SP, no dia 22 de novembro de 2009, foi um dos mais importantes. Lançamento do CD, mais de três mil pessoas, 500 cds vendidos em uma hora. Foi um monte de coisa junta que fez esse ser um dos dias mais importantes, não só pra banda, mas para as nossas vidas.

EG pergunta: Qual dos meninos é o mais tímido?

P.L.: Acho que tímido nenhum, o Koba é mais quietinho.

EG pergunta: Todos estão solteiros?

P.L.: A gente namora a banda, haha.

EG pergunta: Quais os hobbies?

P.L.: Basicamente videogame e estamos tentando voltar a jogar bola, nos exercitar. Fora isso, nos tempos livres, ficamos com nossas famílias e amigos.

Fonte: Egirls

> Só pa avisar vocês, se os posts agora ficarem menos frequentes é porque, bom, as aulas começam e aí já viu..
E o pior, axo q vou ficar sem net pra não me atrapalhar nos estudos (como ano passado . . .)
Bom, recado dado, Bjim e até mais =D

h1

NX Zero atrai fãs em show no Carnaval do Recife

17 de fevereiro de 2010


,

Na madrugada desta segunda-feira (15), a banda NX Zero se apresentou no Carnaval Multicultural do Recife, no Pólo Jardim São Paulo.
Além dos grandes sucessos como Só Rezo, Pela Última Vez e Confidencial, a banda tocou País Tropical para entrar no clima da festa pernambucana.
Alguns integrantes comentaram a sensação de fazer parte do evento. “Acho muito legal essa ideia de tocarmos na periferia, gratuitamente, para todos”, afirmou o baterista Daniel Weksler.
“Gostaria de poder tocar aqui de novo no carnaval do próximo ano. Quem sabe no palco do Marco Zero?”, comentou o vocalista Diego Ferrero.
Os fãs estavam empolgados e emocionados com a presença dos ídolos. “Faço tudo pelo NX Zero”, afirmou a integrante do fã clube oficial da banda no Recife, Larissa Almeida, de 16 anos.
Representante dos meninos, Roberto Melo, de 17 anos, disse também curtir o som da banda. “Deixei minha namorada em casa e vim pra cá curtir a melhor banda de todos os tempos”, disse o adolescente.

Fonte: UOL

Clique aqui para saber mais sobre o Prêmio Multishow 2010

h1

Hevo 84 é atração principal de show em Sorocaba

14 de fevereiro de 2010

Os meninos do Hevo 84 comandam um show em Sorocaba, no interior de São Paulo, neste domingo (14). O grupo,
que teve a faixa Passos Escuros incluída na trilha sonora da novela teen Malhação, da TV Globo, é um dos preferidos entre s jovens, ao lado de Fresno, NX Zero, Strike e cia.

A programação inclui ainda as bandas ascendentes Izi e Dallas Ink, além de outras que ainda buscam um lugar ao sol. São elas Blister, Vida Hard, Addition, Steve Carpindo, AltyF4, Five Rox, Eiven, Full Line, Oxidante, Click, Canal 12 e Saída 4.

Endereço: Plaza Hall – r. Cabreúva, 512, Jd. Iguatemi, Sorocaba (SP)
Horário: domingo (14), ao meio-dia
Preço: R$ 20 a R$ 35

Fonte: R7

h1

Pe Lu comenta as faixas do cd “Restart”

12 de fevereiro de 2010

1. Recomeçar: “Primeira música que fizemos. Ela resume bem o que é o Restart.”
2. Vou Cantar: “É um chiclete. De todas as faixas é a menos profunda.”
3. Amanhecer no teu Olhar: “É uma balada e é a música mais amorosa.”
4. Sobre Eu e Você: “É a mais rock ‘n roll, a mais agitada.”
5. Levo Comigo: “É a nossa favorita. Ela é a mais poética, tem uma letra super bonita. Essa balada funde a pressão da guitarra com a bateria.”
6. Lembranças: “É a que a galera mais gosta. A letra é mais madura e se encaixa em diversas situações como uma relação amorosa ou familiar.”
7. O Meu Melhor: “A mais tocante, a mais reflexiva do disco.”
8. Ao Teu Lado: “É uma música agitada, feita para pular.”
9. Final Feliz: “Essa é perfeita para conquistar alguém especial.”
10. Bye Bye: “Encerra o disco.”

Axo que aminha preferida é Levo Comigo… Ou O Meu melhor… Bye Bye
Enfim, essas são as minhas preferidas ♥

h1

Não sou gay, afirma vocalista da banda Cine

12 de fevereiro de 2010

O vocalista da banda Cine, DH, se viu envolvido em uma polêmica sobre a sua sexualidade nos últimos dias. Um dos participantes do Big Brother Brasil 2010, Serginho, disse que o jovem músico havia se relacionado sexualmente com outro homem.
Ao R7, DH garantiu que é heterossexual.

– Não sou gay. A turma olha os nossos cabelos e roupas coloridas e fica achando que a gente é. Respeito os homossexuais, mas não sou um deles.

Ainda em entrevista, o artista contou que as fãs já estão planejando tirar Serginho do reality show.

– Quando ele for para o paredão, elas irão votar nele. Já disse que não precisam fazer isso, para deixar essa história para lá.

Vida profissional
Para 2010, o Cine pretende excursionar por todo o Brasil e lançar seu primeiro DVD.

– Depois de todas as vitórias no ano passado [como prêmios no Video Music Brasil, da MTV e do canal Multishow, e o título de artista mais acessado do MySpace Brasil], queremos honrar as nossas conquistas com música e shows de primeira.

fONTE: R7

É obvio que ele não é gay, calúnias…

h1

Alex Gaskarth colaborando em álbum de Demi Lovato?

12 de fevereiro de 2010

Não é novidade que Demi Lovato e o All Time Low são amigos, e após os rumores de um dueto da cantora com a banda para o novo álbum do ATL terem sido desmentidos, no último dia 9 Demi mandou um tweet para Alex perguntando quando ele voltava para os Estados Unidos para poder escrever algumas músicas com ela.

@ddlovato
– Volte logo para que a gente possa escrever hits e tal.

@AlexAllTimeLow – Em breve. Em Breeeeve.

Será que dessa vez sai alguma contribuição de Alex no novo cd de Demi? Lembrando que no último álbum da cantora, ela contou com a colaboração de William Beckett e o John Mayer.

Fonte: All Time Low br

> Eu ia gostar mutcho se isso acontecesse… Perfecto ♥♥

Viu gnt, num morri ontem O.o

:*

h1

O clipe de Ponto de Paz =]

10 de fevereiro de 2010

O clipe tá totalmente Phodástico, isso sem contar que a música é linda e o P.A o Vine e o Caio estão lindossss! > Amooo o Caio

Xau, vou desliga o Pc pq parece que vem uma chuva loka por aí >>Medoooooo ! \o/
Se eu não morrer volto amanhã =D Xau :*

h1

Especial: Bandas reveladas na Internet by Vagalume O.o

10 de fevereiro de 2010

Escolhi o que mais gostei do Especial. Para vê-lo completo, clique aqui

Katy Perry

Diferente de outros artistas, quando Katy Perry começou a fazer sucesso na Internet, ela já tinha uma grande gravadora por trás, a Capitol Records.

A jogada com Katy foi um trabalho de divulgação diferente do que se é feito normalmente: ao invés de ir direto para as rádios e canais de música na Tv, Ur So Gay, primeiro single do EP homônimo da cantora foi bombando na Internet.

A estratégia deu tão certo, que na época (2007) Katy Perry caiu nas graças até de Madonna.

Depois disso, foi um passo para o sucesso e chegar ao mundo inteiro com seus sucessos do primeiro álbum, “One Of The Boys”.

Artic Monkeys

Até 2009, o Arctic Monekys era o artista com mais cópias vendidas, em seu álbum estreia. O grupo superou a marca de nada mais, nada menos que o Oasis.

Restart

Tudo isso aconteceu graças ao interesse que o grupo despertou via Internet. A banda pode ser considerada um dos primeiros fenômenos de venda, que nasceram na rede mundial de computadores.

A curiosidade nisso tudo é que os integrantes do Arctic Monkeys nunca se interessaram em fazer divulgação de sua música pela Internet. Esse trabalho foi realizado por grupos de fãs, que entre outras coisas, criaram o MySpace da banda.

Pe Lu, Pe Lanza, Koba e Thomas formaram o grupo Restart quase um ano e meio atrás. Hoje, eles têm contrato com gravadora, primeiro disco lançado, videoclipe gravado e single nas rádios e canais de música.

Mais como eles conseguiram trilhar esse caminho tão rápido? Certamente, a Internet foi fundamental para essa rápida escalada dos garotos.

Os integrantes usam sites e redes sociais como MySpace, Twitter e Fotolog para interagir com os fãs e mobilizá-los. Não é à toa que o grupo ficou conhecido tão rapidamente.

Hoje, o Restart ainda usa a Internet para divulgar suas novidades. Foi o caso do single Nosso Verão lançado pelo MySpace da banda.

Never Shout Never

Never Shout Never é o projeto acústico do cantor Christofer Ingle, de apenas 18 anos. Ele começou a compor suas músicas cedo e em 2008 já conseguia ganhar notoriedade via MySpace, onde deixava suas composições à disposição dos visitantes.

Ele começou a ganhar mais atenção quando lançou o EP “Yippee”, em julho de 2008. Depois disso, Ingle participou ao vivo na MTV americana, com a canção Big City dreams.

Pouco menos de três anos após a criação do Never Shout never, Ingle tem uma carreira que muitos garotos de sua idade gostariam: um contrato com uma gravadora grande (Warner Bros.) e lançou seu primeiro disco, What Is Love?.

Bom, a fonte nem precisa né?!

h1

“Crescemos como músicos”, diz Fi

9 de fevereiro de 2010

Na ativa há muito mais tempo que alguns imaginam, o NX Zero já causava frisson na cena underground antes mesmo de assinar com a “Arsenal/Universal Music”, em 2006. O primeiro disco da banda, “Diálogo” (2004), foi lançado pela gravadora independente “Urubu Recordz” e, acreditem ou não, trazia uma sonoridade mais hardcore e menos pop rock do que músicas quais “Pela Última Vez” ou “Cedo ou Tarde”, que definitivamente firmaram o grupo nas primeiras posições das paradas das rádios e TVs brasileiras.

Em outubro de 2009 chegou “Sete Chaves”, quarto disco de estúdio do NX Zero. E se descartadas faixas como “Confidencial” e “Espero Minha Vez, pode-se dizer que a banda resgatou um tanto das distorções que influenciaram o conjunto no início da carreira. “A gente sempre ouviu hardcore tipo NOFX, Millencolin, Pennywise, No Use For a Name”, conta o guitarrista Fi Ricardo. Quer dizer então que o NX Zero deixou o hardcore de lado para virar pop? “Não é errado dizer isso. Mas na verdade acho que fomos experimentando outras formas de tocar. Nunca deixamos de ouvir e fazer hardcore”, explica.

E recentemente foi lançado o DVD “Multishow Registro: NX Zero – Sete Chaves”, que acompanha a banda durante a exaustiva rotina de shows pelo país afora e mostra imagens exclusivas do processo de gravação (recheado de detalhes) do disco “Sete Chaves” e do clipe “Cartas Para Você”.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista que Fi concedeu ao Abril.com:

Sete Chaves
“Acho que o NX resgatou um pouco da sonoridade inicial nesse disco. E o interessante é que não foi uma coisa intencional, saca? A gente foi compondo, montando as linhas de guitarra, baixo, bateria. E quando ouvimos o resultado final pensamos todos juntos: ‘esse som está com uma pegada muito mais hardcore, mais pesada, porradaria mesmo [principalmente “Vício”]! Parece o que fazíamos no começo!’. A gente meio que passeou por outras formas de tocar, fomos descobrindo outras possibilidades… E isso foi muito bom. Deixamos de ser uma banda só de hardcore para ser uma banda que toca pop rock, rock, hardcore. Crescemos como músicos.”

Fãs
“Cara, no DVD a gente até fala disso, é engraçado! No começo nos assustávamos muito com o assédio! Coisa de maluco! Um monte de meninas se descabelando e chorando por nossa causa. A gente ainda não se acostumou com isso [risos]. A verdade é que agora sabemos que isso acontece e espera a bagunça. É incrível, mas sempre tem alguém que sabe onde e quando a gente vai estar; é impossível se hospedar num hotel anonimamente, mesmo com nomes falsos. Para dizer a verdade, a gente se assusta, mas gosta”.

“Temos ciência de que boa parte de nosso público é formado por adolescentes de 14, 15, 16 anos. Mas acho que isso não foi intencional. Fazemos a música do jeito que gostamos e o resultado foi esse. Não sentimos uma carga extra de responsabilidade, como para compor exclusivamente para esse público. Cativamos esse pessoal e achamos isso fantástico, mas tem muito mais gente que curte a banda. É legal quando tocamos em festas de peão, por exemplo; tem gente na plateia que nunca ouviu falar de NX Zero e que acaba sorrindo quando a gente toca. Isso é fantástico”.

Sucesso
“É clichê, mas sucesso é consequência. No momento estamos com tudo, mas pode ser que amanhã a gente pare de aparecer na TV, nas rádios, nas revistas. E confesso que isso não me assusta. O segredo é estar fazendo o que se gosta de fazer, e eu (e o resto dos caras também) gosto é de tocar. Se estiver rolando show, não importa muito estar na TV ou não, entende? Essa superexposição rende uma grana boa, é fato, mas ela pode acabar. E é por isso que a gente se prepara, não torra tudo em besteira. Investimos muito do que ganhamos em nós mesmos, em equipamentos, instrumentos, todos têm casa própria, carro. Espero que não aconteça, mas a fonte pode jorrar menos do que está fazendo agora, saca? Todos têm a cabeça no lugar, não somos malucos”.

“No começo, quando tocávamos no Hangar 110 [tradicional casa de shows underground paulistana] quase todo final de semana, abríamos shows para muitas bandas que curtimos, como o Sugar Kane, por exemplo. E hoje conquistamos um espaço que eles não têm. Mas o legal é que a amizade continua pra valer; eles estão felizes com o nosso sucesso”.

Bom-mocismo
“É simples: a gente não precisa subir ao palco e mostrar que somos beberrões, que falamos palavrão. Gostamos é de tocar. Cada um descobre essas coisas por si mesmo, entende? Não precisamos provar nada para ninguém.”

Fonte: Abril

Ois gnt! Ontem num postei né?! Sorry ;]

Assim, nada a ver com Nx nem com o resto do que falo aqui no blog, mas sou só eu que amo o Jean Luc Bilodeau??
Axo ele Lindooo! Só que agora, porque quando ele era mais novinho… Não precisa completar, concordam?
Mas ainda tenho o Bruno, o Pe Lanza… Insubstituíveis.
Só comentei isso, pq falei dele pra uma guria e ela não fazia ideia de quem era…

Bom, Xau, vou baixar umas músicas novas pro pc, pq minha mae vai viaja, eu vou ficar sozinha em casa…
Vejamos o que vou aprontar uahuahuahuahau
:* Bjooo

h1

Fotos do Planeta Atlântida 2010

7 de fevereiro de 2010

Oi, vim trazer algumas fotos pra vocês!

Essas são em 3D > Corre pegar (ou fazer) seus óculos!


E agora as “normais”:

Di Lindooo

E a galera do Área restrita

> Não achei fotos do Cine nem do Hevo, mas se vocês acharem podiam me avisar, daí eu colocava aqui néah??

Tá bom, não precisa *_*

Xau amores :*